IGREJA CATÓLICA FAZ COBRANÇAS AO PODER PÚBLICO

São Francisco Conde

Na manhã desta segunda-feira (110) o pároco da Paróquia São Gonçalo, Frei Rogério Rodrigues, OFM e guardião do Convento Santo Antônio, juntamente com membros do Conselho Pastoral Paroquial tiveram audiência com o prefeito de São Francisco do Conde, Evandro Almeida, e o vice Carlos Alberto Bispo (Nem do Caipe), o presidente da Câmera de Vereadores, Venilson Souza-Cravinho.

Com a expressão “governar é cuidar, proporcionar o bem estar” Frei Rogério apresentou o motivo do encontro que consiste na busca de esclarecimentos para a questão do desemprego que assola o município e o que os gestores têm planejado na área  de geração emprego e renda como maneira de superação da falta de trabalho.

O prefeito falou que durante muitos anos os governantes não deram outras possibilidades de oportunidades de emprego e renda,  com isso foi detectado a falta de planejamento. Com o advento do concurso público admitindo 665 pessoas onerou a folha de pagamento.

O secretario de administração Marcus Welber explicou que o contingente de pessoal aumentou de 2.700 para 3.300 pessoas e “ai fomos chamados pelo Ministério Público para darmos explicação sobre o excedente, foi quando o mesmo notificou para que pudéssemos exonerar os 1.400 assistentes por entender que não se enquadram nos casos pré-estabelecidos de chefia, direção e assessoramento”. Para esse número de pessoas o prefeito fala da proposta de terceirizar os serviços para aproveitar a mão de obra e assim diminuir o desemprego.

Sobre a geração de emprego e renda, Ana Cristina (desenvolvimento econômico) falou que é de estrema urgência que se tenha que buscar soluções para este tipo de problema. Para isso propõe melhorar as estruturas dos logradouros comerciais da prefeitura e abrir licitações onde pessoas dentro dos perfis irão assumir o comércio dando cara nova aos mesmos, como também atrair empresas para o município e organizar o corredor comercial, que seria no Bairro Nova São Francisco. Com isso dará ao investidor segurança de infraestrutura para desenvolver o trabalho.

O Presidente Câmera, destaca a importância da igreja em estar conhecendo a situação do município, pois fortalece o trabalho do Executivo e Legislativo. Ressalta a necessidade da sociedade franciscana participar das sessões da Câmera nas terças-feiras, pois estarão sabendo dos projetos que são discutidos no legislativo.

Fonte: ofmsantoantonio.org

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *