BANCOS NÃO VÃO MAIS RECEBER BOLETOS A PARTIR DE R$ 10 MIL

Brasil

A partir do dia 28 de maio, os bancos não vão mais aceitar o pagamento em dinheiro de boletos de valor igual ou superior a R$ 10 mil. A restrição consta da Resolução 648/2018, do Conselho Monetário Nacional (CMN). O objetivo é aperfeiçoar os mecanismos de controle de prevenção à lavagem de dinheiro.

Segundo o Banco Central (BC), apenas 1,7% dos boletos hoje têm valor acima de R$ 10 mil. Até aqui, não havia uma regra sobre pagamentos de boletos em dinheiro. As instituições financeiras tinham autonomia para estabelecer seus próprios limites para a operação.

Agora, para boletos de valor inferior a R$ 10 mil, as instituições financeiras somente poderão recusar o pagamento em espécie se houver indícios de tentativa de fraudar a norma.

Por determinação do CMN, os bancos são obrigados a comunicar a restrição ao seus correntistas. O Itaú, por exemplo, já informa a limitação a seus clientes por meio dos canais de autoatendimento (caixa eletrônico ou internet banking).

O Banco Central determinou ainda que as instituições financeiras mantenham registros dos boletos pagos em dinheiro, mas essa medida específica somente entrará em vigor em março de 2019.

 iBahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *