NUVEM DE UMA DAS SETE PRAGAS DO EGITO SE APROXIMA DO BRASIL, DIZ AGÊNCIA DO GOVERNO ARGENTINO

Brasil Mundo

 

Uma nuvem de gafanhotos voltou a se aproximar do Brasil e do Uruguai nos últimos dias e tem causado preocupação. Segundo informações da BBC, autoridades brasileiras consideram que a principal forma de combater o problema é com o despejo de agrotóxico em direção aos insetos. No entanto, especialistas avaliam que o método é extremamente prejudicial às pessoas e ao meio ambiente.

O Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa, na sigla em espanhol), uma agência do governo argentino, afirma que a nuvem de gafanhotos atualmente está na província de Entre Ríos, na Argentina, nas proximidades com o Rio Grande do Sul e o Uruguai. De acordo com especialistas, a alta temperatura do último fim de semana na Região Sul do Brasil favoreceu o deslocamento dos insetos.

A estimativa é de que os gafanhotos, da espécie Schistocerca cancellata, estejam a cerca de 120 quilômetros do município gaúcho de Barra do Quaraí. É uma das menores distâncias desde os primeiros alertas sobre o tema.

Os gafanhotos chegaram à Argentina a partir do Paraguai, em meados de maio. Atualmente, nuvens dos insetos atacam lavouras nos dois países.

1 thought on “NUVEM DE UMA DAS SETE PRAGAS DO EGITO SE APROXIMA DO BRASIL, DIZ AGÊNCIA DO GOVERNO ARGENTINO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *