26 MIL DOSES DE VACINAS VENCIDAS FORAM APLICADAS NA POPULAÇÃO

Coronavírus/Covid-19 Saúde

Pelo menos 26 mil doses vencidas da vacina AstraZeneca foram aplicadas em diversos postos de saúde do país, comprometendo a proteção contra a Covid-19, segundo dados encontrados nos registros oficiais do Ministério da Saúde.
A informação foi publicada nesta sexta-feira (2) pelo jornal “Folha de S. Paulo” e revela que, até o dia 19 de junho, os imunizantes com o prazo de validade expirado foram utilizados em 1.532 municípios brasileiros.
Entre os locais com mais vacinas vencidas aplicadas está Maringá, no Paraná, onde 3.536 pessoas receberam a primeira dose anti-Covid vencida. Na sequência aparecem Belém (2.673 doses aplicadas), São Paulo (996), Nilópolis, no Rio de Janeiro, (852) e Salvador (824).
Além disso, o prazo de outras 114 mil doses da vacina AstraZeneca que foram distribuídas a estados e municípios dentro do período de validade já expirou. No entanto, não está claro se foram descartadas ou se continuam sendo aplicadas.
As doses fazem parte de oito lotes que venceram entre 29 de março e 4 de junho. Para saber se a vacina foi aplicada depois do vencimento, é necessário checar, no cartão de vacinação, se o lote é um dos presentes na lista e, em seguida, conferir se o dia de aplicação foi posterior à data de vencimento.
De acordo com o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19, quem se imunizou com uma vacina vencida deve se revacinar em pelo menos 28 dias.
O imunizante da AstraZeneca é o mais usado no Brasil e corresponde a 57% das doses aplicadas neste ano. O principal risco, caso a vacina seja aplicada vencida, é a ineficácia.

AVISA AUTORIZA TESTE DA COVID COM VALIDADE VENCIDA

Deixe uma resposta