CANDEIAS: SEMAA E SESP INICIAM AÇÃO CONTRA DEGRADAÇÃO AMBIENTAL

Região

A Prefeitura de Candeias, por meio da Secretaria de Meio Ambiente – Semaa, e com o apoio da Secretaria de Serviços Públicos – Sesp, deu início na segunda (5), a atividade de remoção de barracas, resíduos sólidos e materiais diversos instalados e depositados na praia localizada no distrito de Caboto, praia que fica próxima ao Museu Wanderley Pinho, onde ocorria degradação ambiental com a supressão de vegetação de restinga, contaminação da zona costeira e do mangue. Ambos os lugares são definidos como Áreas de Preservação Permanente (APP) conforme disposto na Lei Municipal nº 882/2014.

De acordo com a equipe da secretaria, será retirada cerca de uma tonelada de resíduos do local. Segundo o superintendente da Semaa, Adevaldo Pereira, de acordo com a Lei, não é permitido comercialização de produtos e nenhum tipo de construção em área de preservação, seja de concreto, barro, madeira ou qualquer outro material. “As intervenções alteram o comportamento dos animais e da vegetação local, prejudicando a fauna e a flora. Além disso, os plásticos, vidros e outros lixos poluem e levam anos para que sejam degradados. As pessoas podem visitar e passar pelo lugar, mas sem deixar lixo na praia e que não seja colocada nenhum tipo de instalação”, explicou. A remoção dos lixos será concluída nesta quarta-feira (7), com o apoio da Sesp.

A ação de regularização e conscientização tem o objetivo de preservação ambiental dos recursos ambientais e APPs municipais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *