SÃO FRANCISCO DO CONDE REGISTRA A PRIMEIRA MORTE CAUSADA PELO VÍRUS H3N2

São Francisco Conde Saúde

A Secretaria da Saúde de São Francisco do Conde, informou que uma pessoa da cidade acabou morrendo, em consequência, da Influenza A do tipo H3N2. Um homem de 93 anos de idade, começou a sentir os sintomas em 26 de dezembro. O paciente deu entrada no Hospital Docente Assistencial Célia Almeida Lima –HDACAL onde foi internado com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). A amostra para exame foi coletada em 28 de dezembro, para realização de exames RT-PCR para COVID-19 a qual foi enviada ao Laboratório Central do Estado – LACEN. O resultado para COVID-19 foi negativo e a amostra foi selecionada pelo LACEN para realização de exames para influenza, no novo exame, o resultado foi positivo para o vírus Influenza A (H3N2). O paciente, infelizmente, evoluiu para óbito em 16 de janeiro.

DADOS SESAB

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB) registrou 2.184 casos de Influenza A, do tipo H3N2, distribuídos em 193 municípios. Deste total, 1.104 (50,54%) são residentes em Salvador. Vale ressaltar que se trata de uma amostragem de casos de Síndrome Gripal (SG), pois nem todas as amostras coletadas são testadas para Influenza.

De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Bahia, dos 2.184 casos, 454 evoluíram para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e necessitaram de internação, com 100 pacientes evoluindo a óbito, o que caracteriza uma letalidade de 22,02%.

SFC: MÚMERO DE CASOS ATIVOS DA COVID AUMENTA 43,1% E SECRETARIA LIGA O ALERTA

Deixe uma resposta